DAS MESMAS MÃOS – CICLO DE VISITAS GUIADAS

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

2 DE SETEMBRO | 10h30
GABINETE DA PRESIDÊNCIA DOS PAÇOS DO CONCELHO DE VILA FRANCA DO CAMPO
MARIA JOSÉ CAVACO

A quarta e última visita guiada e orientada acontece dia 2 de setembro, pelas 10h30, à pintura de Maria José Cavaco série “As minhas Casas Voadoras #23, 2001” no Gabinete da Presidência dos Paços do Concelho de Vila Franca do Campo. O Ponto de encontro será pelas 10h15 na entrada dos Paços do Concelho da Câmara Municipal de Vila Franca do Campo.

Até 30 de setembro poderá ser visitada a obra da mesma artista “A hazy medium of mist 4”, 2013 no 1º piso da Loja do ARQUIPÉLAGO – Centro de Artes Contemporâneas.

Das mesmas mãos é um ciclo de visitas guiadas de verão que procura dinamizar a coleção ARQUIPÉLAGO e bens culturais pertencentes a diferentes instituições na Ilha de São Miguel. Partindo de uma seleção de peças da coleção ARQUIPÉLAGO, e estabelecendo ligações com obras produzidas pelas mesmas mãos dos artistas que as criaram, em quatro visitas orientadas a quatro obras localizadas em diferentes contextos – um jardim, uma igreja, uma sala de reuniões de uma empresa, um local de decisão governativa – será partilhado um olhar que cruzará leituras sobre as obras acolhidas por essas instituições e as suas obras irmãs pertencentes ao acervo do centro de artes.

As quatro obras, localizadas fora do espaço ARQUIPÉLAGO, da autoria de artistas representados na coleção do centro de artes, estarão em diálogo com quatro obras do acervo ARQUIPÉLAGO, não só no momento da visita mas também além dele. Em cada mês em que ocorrer a visita ao espaço institucional onde se encontra a peça em enfoque, ao mesmo tempo, a peça selecionada da coleção ARQUIPÉLAGO a estabelecer correspondência será exposta no centro de artes, com uma nota informativa sobre a peça da instituição parceira do ciclo.

Da escultura à pintura, em contextos não museológicos, umas de acesso público outras de acesso privado ou semi-privado, serão abordadas in situ obras de quatro diferentes artistas: Rui Chafes, Daniel Oliveira, Urbano e Maria José Cavaco. Se por um lado apreciaremos obras que melhoraram a relação entre a arte e os cidadãos, transformando o espaço comum, de fruição coletiva, beneficamente, seja por requalificação e valorização patrimonial, seja pelo sentido cívico implícito, constituindo apelo à reflexão ou à indiferença social, por outro lado, teremos também contacto com obras que renovam a cada dia a perspetiva de decisores e colaboradores, beneficiando espaços de trabalho por vezes impessoais e esteticamente estéreis, afigurando-se como janelas de contemplação e repouso do olhar transportando o observador para uma dimensão libertadora do pensamento e ativadora dos circuitos mentais da criatividade.

Mais informações em http://arquipelagocentrodeartes.azores.gov.pt/programacao/das-mesmas-maos-ciclo-de-visitas-guiadas-de-verao/

Fonte: Arquipélago

Share.

About Author

Pretendemos ser uma ponte entre os Açores e a diáspora açoriana e divulgar casos de sucesso e positivos, que sejam exemplos de iniciativas que acrescentam algo de inovador.

Comments are closed.