Que destinos Erasmus escolhem os açorianos?

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +
Estudar noutro país através do programa Erasmus é cada vez mais uma opção dos alunos açorianos da Universidade dos Açores (UAc).
Disse-nos a Pró-Reitora para as Relações Externas da UAc, Susana Mira Leal, que a tendência é mesmo esta, estando alguns países no topo da pirâmide das escolhas, como é o caso da Polónia, da Espanha, da Grécia, da Roménia, da Itália, da Estónia e da Bulgária. Outros países como a Suécia, o Reino Unido, a Bélgica, a Finlândia e a Noruega recolhem alunos açorianos com menos periodicidade.
Todos os procedimentos na União Europeia (UE) estão agilizados para que os estudantes açorianos sejam bem-recebidos, existindo diversas parcerias com diversas universidades para o efeito.
A UAc candidata-se anualmente a bolsas da Agência Nacional do Erasmus e “em função do [seu]desempenho, [obtém] um determinado número de bolsas que depois [distribuem]pelos estudantes”, explica a Pró-Reitora. São realizadas candidatura internas e, posteriormente, as mesmas são distribuídas pelos alunos.
A Professora Susana Mira Leal contou-nos, também, que “as bolsas na UE sofreram um incremento nos últimos anos, o que tornou mais viável algumas mobilidades”.
A Pró-reitora relembra que os estudantes “continuam a pagar propinas, têm encargos com a deslocação, com o alojamento e com a alimentação no destino de estudo, pelo que é importante que a bolsa permita ao aluno ter o mínimo de condições para fazer face às despesas que vai ter fora de casa”. A situação piora, naturalmente, “quando as famílias são menos abonadas e a verdade é que muitos dos nossos estudantes vivem com algum esforço a sua vida académica e os seus estudos. Por isso, têm que ter um suplemento para a estadia num país estrangeiro”, esclarece.
Mas os Açores também constituem um destino de interesse para quem está no estrangeiro e que pretenda, igualmente, realizar o programa Erasmus. Os que mais procuram as terras açorianas vêm da Espanha, com grande incidência, da Polónia, da Itália, da República Checa e da Roménia, por exemplo.  De forma mais pontual, chegam aos Açores estudantes da Alemanha, da Bélgica, da Eslovénia, da Eslováquia, da França e da Suécia.
Ainda há países que mostram uma certa relutância em virem para os Açores, como é o caso da Turquia. Tal acontece, porque os turcos sentem dificuldades em aprender a Língua Inglesa e muito a Língua Portuguesa.
A UAc pretende incentivar, cada vez mais, estudantes de todos os cantos do mundo para procurarem a academia, pelo que faz questão de continuar a marcar presença em feiras do estudante em locais como o Brasil, onde já esteve representada em março deste ano, na Colômbia e em outros países da América do Sul.
O caminho entre os outros países dispersos pelo mundo e os Açores ganham cada vez mais dimensão, numa busca de dar mais oportunidades aos estudantes do arquipélago açoriano de estudarem numa Instituição de Ensino Superior de um país da Europa, através do qual beneficiam do plano educacional, linguístico e cultural de uma experiência noutro país que jamais será esquecida. Por outro lado, os que chegam aos Açores para estudar encontram também uma oportunidade de mudança e de inovação que se vai tornar num acrescento para a sua forma de ver e de viver a vida académica e social.
A riqueza pessoal, cultural e intelectual será, certamente, para estes jovens o fator mais importante nesta jornada do programa Erasmus. Mais informações em: http://www.gri.uac.pt/erasmus

Share.

About Author

Formada em Comunicação Social e Cultura, pela Universidade dos Açores, Patrícia Carreiro tem como paixão os livros. Já escreveu e publicou os seguintes livros: A Distância que nos Uniu, Amizade a branco e preto, O fio perdido e Os limites do coração.
Enquanto jornalista já passou pela RDP e RTP Açores, Açoriano Oriental, Expresso das Nove e JornalDiário.com. Foi representante da Chiado Editora e da Pastelaria Studios Editora nos Açores e coordena o projecto EscreVIVER (n) os Açores.
Atualmente, é diretora editorial e jornalista da 9idAzoresNews.

Comments are closed.